Teresina

Há pouco mais de 20 anos, Teresina era uma cidade pacata e esquecida pelos brasileiros quando se falava em capitais nordestinas. Atualmente, muita coisa mudou. A maior cidade do interior do Nordeste se tornou referência regional em diversas áreas e se modernizou. Restaurantes, vida noturna e diversos serviços de qualidade são encontrados na capital do estado do Piauí que é a melhor porta de entrada para a Rota do Carcará.

 

 

.

Mirante da Ponte Estaiada

Imagine ter uma visão panorâmica de Teresina e contemplar as belezas naturais e urbanas da capital piauiense? O Mirante da Ponte Estaiada, também conhecido como Complexo Turístico Ponte João Isidoro França permite essa contemplação do alto. O Mirante possui 95 metros de altura com uma visão 360° de toda a capital, que já pode ser apreciada durante a subida, pois os elevadores que levam até o mirante são panorâmicos.

Encontro dos Rios

A cidade de Teresina é cercada pelos rios Parnaíba e Poti, que fazem a cidade ser reconhecida como a “Mesopotâmia” do Piauí. O Parque Ambiental Encontro dos Rios fica no bairro Poti Velho e, além de permitir a bela visão do encontro dos rios, com dois mirantes disponíveis no parque, ele fomenta a cultura teresinense com artesanato, produtos alimentícios regionais, restaurantes, trilhas e pontos de pesca.

Centro Histórico

Teresina é uma capital jovem. Com pouco mais de 160 anos, foi a primeira cidade planejada do Brasil, algo que pode ser percebido no formato de tabuleiro do seu centro. A vida que era voltada para o Rio Parnaíba migrou para outros diversos cantos, mas ficaram resquícios importantes como o Teatro 4 de Setembro, o Clube dos Diários, o Museu do Piauí, entre outros prédios que contam a história de uma cidade que cresceu lentamente. A história religiosa é contada pelas 3 igrejas centrais e no Museu de Arte Sacra. Passeio de 1 dia que conta um pouco do que é a provinciana capital do Piauí.

Gastronomia

Teresina não é uma cidade para todos os gostos, mas sim para os que preferem sabores únicos. Em meio a diversos restaurantes que servem pratos de primeira em churrasco, massas e pratos elaborados, se mantêm aspectos tradicionais da culinária piauiense. Pratos como panelada, sarapatel, buchada de bode, galinha caipira, doces, bife de gado pé duro e carne de sol podem ser apreciados em locais mais abastados ou mais simples como mercados e pequenos sítios. A culinária teresinense não é para todos os gostos de paladar, mas é para os que gostam de restaurantes tradicionais de qualidade e com grandes porções e para os que gostam de desbravar novos sabores.

Artesanato

Diversas matérias primas são utilizadas pelos artesãos de Teresina. Além disso, obras de todo o Piauí se encontram na capital, tendo o Centro de Artesanato Mestre Dezinho como referência. Entre os artistas teresinenses se destacam as peças em madeira e cerâmica. Os trabalhos são internacionalmente reconhecidos e ele não só pode ser comprado, como podem ser conhecidas as oficinas aonde acontece a produção. No Polo Cerâmico do Poty Velho são encontradas as peças em cerâmica. Nos Bairros Monte Castelo e Vermelha os de madeira, com destaque para a Igreja de Nossa Senhora de Lourdes que é toda decorada neste tipo de trabalho.

Turismo Rural

A área rural de Teresina é uma das maiores entres as capitais do Brasil. Passeando por algumas regiões dela é possível fazer atividades em meio à paisagem de transição natural da cidade. Na vizinha Timon, existem diversos balneários. Na região conhecida como Cacimba Velha, restaurantes e pesque-pague são opção de ações em meio à natureza.

E no nosso site você tem como organizar toda a sua viagem:

Mapa de Vôos

Hospedagem

Condições das Estradas

Guias e agentes de turismo

Novidades

 

® Todos os direito reservados a Nícolas Nunes Barbosa.